HOME >> Comecara um novo sistema de controle de permanencia! >> DÚVIDAS FREQUENTES QUANTO NOVO SISTEMA DE CONTROLE DE PERMANÊNCIA CAPÍTULO DE ASSUNTOS GERAIS

Para todos os estrangeiros residentes no Japao A partir de 9 de julho de 2012 (seg.) Comecara um novo sistema de controle de permanencia!

PDF Download (776KB)

 

CAPÍTULO DE ASSUNTOS GERAIS – PERGUNTAS -
Q1:
Como é o novo sistema de controle de permanência ?
Q2:
Dá a impressão de ser um substituto do "Gaikokujin Torokusho ", mas o que é e como muda ?
Q3:
Quando começa a vigorar o novo sistema de controle de permanência ?
Q4:
Quais os tipos de pessoas com média/longa permanência que estão inclusas nesse novo sistema de controle de permanência ?
Q5:
A partir de que momento uma criança de nacionalidade estrangeira nascida no Japão fica sujeita ao novo sistema de controle de permanência ? E, como fica no casa das pessoas que perderam a nacionalidade japonesa ?
Q6:
Qual a vantagem do novo sistema de controle de permanência ?
Q7:
Com a introdução do Cartão de Permanência, fala-se que será possível utilizar os serviços oferecidos pelos órgãos governamentais, mas o que são concretamente esses serviços governamentais ? Qual a diferença com os serviços oferecidos até agora ?
Q8:
Paralelamente à introdução do novo sistema, quais as medidas a serem adotadas quanto à segurança como p.ex. à proteção dos dados particulares do estrangeiro em permanência ?
Q9:
Quais as medidas de proteção à falsificação que estão inseridas no cartão de permanência ?
Q10:
Os estrangeiros serão incluídos no sistema de livros de registro dos cidadãos, mas como vai ser feita a distinção entre o japonês e o estrangeiro para fins de atestado de residência ?
CAPÍTULO RELACIONADO AO DETALHAMENTO – PERGUNTAS –

<GENERALIDADES QUANTO AO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q11:
Oque é o Cartão de Permanência ?
Q12:
Está difícil entender as diferenças entre o Cartão de Permanência e o Gaikokujin Torokusho, qual é a maior delas ?
Q13:
O Cartão de Permanência poderá ser usado como p.ex. a carteira de motorista para fins de documento de identidade oficial ?
Q14:
Se estiver de posse do Cartão de Permanência, será possível fazer a reentrada no país como se faz nas catracas automáticas de trem com o cartão Pasmo e Suica ?
Q15:
Qual o período de validade do Cartão de Permanência ?
Q16:
Onde posso receber o Cartão de Permanência ?
Q17:
Parece que o Cartão de Permanência não será emitido nos aeroportos e que ele será enviado à residência no caso de ser emitido posteriormente, mas quantos dias vai demorar para chegar após o registro do endereço na prefeitura ? E, o aviso de envio será feito pelo Departamento de Imigração ? Se o Cartão de Permanência não chegar, posso comunicar o Departamento de Imigração mais próximo ?
Q18:
A partir de quando receberei o Cartão de Permanência ?
Q19:
É necessário que troque imediatamente o meu atual Gaikokujin Torokusho pelo Cartão de Permanência ?
Q20:
Mesmo após a introdução do novo sistema de controle de permanência, fala-se que não é necessária a troca imediata para o Cartão de Permanência, então eu preciso estar de posse do Gaikokujin Torokusho ?
Q21:
O selo de identificação colado no passaporte vai acabar ?
Q22:
Os selos de identificação da renovação de residência etc, nos passaportes dos residentes de médio e longo iperíodo de permanência será abolido, mas estou preocupado se a empresa ( ou escola onde farei a bolsa de estudo ) confiará nisso. Se eu precisar que cole esse selo no passaporte, isso será possível ?
Q23:
Mesmo após a introdução do novo sistema de controle de permanência, fala-se que o Gaikokujin Torokusho vale, por um período determinado, como o Cartão de Permanência mas queria trocá-lo pelo Cartão de Permanência antes de expirar esse período, como posso fazer isso ? Qual o tempo necessário para isso e pode ser requerido pelo correio ?
Q24:
Perdio Cartão de Permanência, o que faço agora ? E, o que fazer no caso de sujá-lo ?
Q25:
Se, p.ex., dobrar o Cartão de Permanência sem querer e danificar o chip IC interno, o que faço ?
Q26:
Onde posso requerer a declaração emitida no lugar da Declaração dos itens inscritos na folha de registro usada para os trâmites necessários como se fosse a cópia do atestado de residência ( ou da Declaração dos itens inscritos no atestado de residência ) após a introdução do novo sistema de controle de permanência ?
Q27:
Existe alguma penalidade no caso de uso ilegal do Cartão de Permanência ? E, existe também alguma medida para prevenir esse uso ilegal ?
Q28:
Existe alguma penalidade se não obedecer à ordem de requerimento de reemissão do Cartão de Permanência ?
Q29:
Deixei cair e perdí o Cartão de Permanência, porisso estou preocupado se as informações contidas no chip IC sobre a minha pessoa não serão vistas pelos outros.
Q30:
Qual o tamanho do Cartão de Permanência ?

<PÚBLICO-ALVO PARA A EMISSÃO DO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q31:
O Gaikokujin Torokusho atual podia ser usado para a declaração do carimbo, contratos cíveis, registro de imóveis para abertura de empresa, registro de pessoa jurídica, abertura de conta bancária mesmo que fosse de permanência curta, p.ex., de 90 dias, mas sob a tutela desse novo sistema de controle de permanência esse Cartão de Permanência vai ser emitido para os residentes de curta duração ?
Q32:
Por que os residentes de permanência por curto período estão fora do público-alvo para a emissão do Cartão de Permanência ?
Q33:
No caso da renovação da permissão de 90 dias para aqueles que receberam a permissão de entrada de permanência por curto período ( 90 dias ), o Cartão de Permanência será emitido ?
Q34:
Os residentes de permanência por curto período não estão inclusos no público-alvo para a emissão do Cartão de Permanência, mas se estiverem de posse do Gaikokujin Torokusho, o que é preciso fazer com ele após a mudança da legislação ?
Q35:
O Cartão de Permanência não será emitido para os residentes de permanência por curto período, mas, p.ex., há previsaõ se o Departamento de Imigração emitrá um novo tipo de documento para declarar a residência como a Declaração de itens inscritos na folha de registro de estrangeiro ?
Q36:
Mesmo o estrangeiro que não possua o Cartão de Permanência, se ele quiser utilizar os serviços dos órgãos governamentais no Japão, ele pode ir diretamente às respectivas prefeituras para usufruir-se deles ?
Q37:
Mesmo o residente de médio e longo período de permanência menor de 16 anos de idade terá o Cartão de Permanência emitido ?
Q38:
No caso de permissão especial de permanência, o Cartão de Permanência será emitido ?
Q39:
O residente ilegal também vai ter o Cartão de Permanência ?
Q40:
No caso de năo emissão do Cartão de Permanência para o residente ilegal, isso significa a inclusão deles no sub-mundo. Imagina-se que com isso a criminalidade vá aumentar, existe algum estudo no sentido de se adotar alguma medida de prevenção ?

<OBRIGATORIEDADE DO PORTE PERMANENTE DO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q41:
Deve se portar sempre o Cartão de Permanência ? E, qual a punição ( problema ) caso não esteja portando ?
Q42:
Se estiver portando o passaporte, tem problema se não estiver portando o Cartão de Permanência ?
Q43:
As criancas também devem estar portando consigo o Cartão de Permanência ?
Q44:
Se não preciso estar sempre com a Declaração de residente permanente especial, porque preciso estar sempre com o Cartão de Permanência ?
Q45:
Na hora de requerer, p.ex., a renovação do visto, não vou infligir a lei de obrigatoriedade de posse se deixar o Cartão de Permanência com o despachante governamental para requerer o documento acima através dessa pessoa ?
Q46:
Com a não-obrigatoriedade de estar sempre de posse da Declaração de residente permanente especial tem se receio do perigo de que alguém possa se passar por residente permanente especial, como o Departamento de Imigração vai lidar com isso ?

<ÍTENS INSCRITOS NO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q47:
Quais as informações que estarão inscritas no Cartão de Permanência ?
Q48:
O nome inscrito no Cartão de Permanência será somente em inglês ? Pode ser escrito em kanji ?
Q49:
Vai ter um “nome usual” no Cartão de Permanência da mesma maneira que no Gaikokujin Torokusho ?
Q50:
Se não tiver a inscrição da data de chegada no país no Cartão de Permanência, e o estrangeiro renovar o passaporte no qual estava escrita essa data não ficará difícil para esse estrangeiro provar que a quantidade de anos necessária para a requisição do visto permanente foi suficiente ?
Q51:
Por existe um chip IC dentro do Cartão de Permanência ? E, onde além do Departamento de Imigração as informações inseridas nesse chip IC serão utilizadas ?
Q52:
Que tipo de informações estão inseridas no chip IC ?
Q53:
As informações sobre a impressão digital também estão inseridas no chip IC do Cartão de Permanência ?
Q54:
Há previsão de ser adicionado alguma outra função ( p.ex. de dinheiro eletrônico ) além das informações pertinentes ao Departamento de Imigração no chip IC do Cartão de Permanência ?
Q55:
As informações registradas no chip IC do Cartão de Permanência podem ser vistas em outro lugar além do Departamento de Imigração se tiver uma máquina de leitura ?
Q56:
É possível colar um selo na carteira de habilitação ou na caderneta de seguro-saúde sobre a vontade de se doar um órgão, isso é possível também no Cartão de Permanência de posse permanente ?

<EMISSÃO DO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q57:
Onde vai ser emitido o Cartão de Permanência ? E, quais são os documentos e taxas inerentes à emissão ?
Q58:
O Cartão de Permanência vai ser emitido em todos os portos e aeroportos na entrada do país ?
Q59:
O papel indicativo vai ser anexado no passaporte como é feito atualmente ?
Q60:
No caso de se emitir o Cartão de Permanência, o tempo de espera vai ser maior do que é hoje ? Qual o tempo necessário para se emitir o Cartão de Permanência para uma pessoa ?
Q61:
Como vai ser necessário um tempo para se emitir o Cartão de Permanência no aeroporto, será possível recebê-lo na prefeitura ou na empresa ou escola onde está registrado mas se recusar a emissão dele no aeroporto, não vai poder entrar no Japão ?
Q62:
Sempre fico esperando no aeroporto. De agora em diante, parece que além da inspeção de entrada vai ser feita também a emissão do Cartão de Permanência, estou preocupado se o tempo de espera vai ficar muito maior. Qual a medida que vai ser tomada como aumento de pessoal ou estrutura para isso ?
Q63:
Parece que o Cartão de Permanência não emitido nos portos e aeroportos vai ser enviado pelo correio, mas de que forma e até quando isso vai ser feito ?
Q64:
No caso do envio do Cartão de Permanência pelo correio, vai ser cobrada alguma taxa ( p.ex. a despesa de envio ) ?
Q65:
É necessário devolver o Gaikokujin Torokusho após receber o Cartão de Permanência ?
Q66:
Parece que deve se devolver o Gaikokujin Torokusho, que é um documento similar ao Cartão de Permanência, no caso de emissão do mesmo, mas caso perder o Gaikokujin Torokusho após entrar em vigor a Lei de Imigração Revisada, será possível requerer o Cartão de Permanência mesmo assim ?
Q67:
Poderei receber o Cartão de Permanência no mesmo dia que requerê-lo no caso de troca do Gaikokujin Torokusho que possuo atualmente pelo Cartão de Permanência ? E, como fica no caso de obter a permissão de renovação do visto, a permissão de alteração do status de residência ou no caso de reemissão ou de alteração dos itens fornecidos ?
Q68:
Fiz o requerimento para renovação do visto ( mudança do status de residência, pedido de visto permanente ) antes de vigorar a nova legislação. Vai ser emitido o Cartão de Permanência ao mesmo tempo no caso de obter a autorização após vigorar a nova lei ? Nesse caso, quando posso entregar a foto ?
Q69:
O requerimento para verificação ( ou troca ) do Gaikokujin Torokusho desde 1 mês antes de vigorar a lei é considerado como se fosse o requerimento para a emissão antecipada do Cartão de Permanência, quando e onde posso retirá-lo ? É possível retirá-lo no posto policial ou aeroporto mais próximo ?
Q70:
Se o residente permanente não fizer a troca do Gaikokujin Torokusho para o Cartão de Permanência mesmo após o prazo para o requerimento desse Cartão, vai ser punido ?

<RENOVAÇÃO, REEMISSÃO, PERDA OU DEVOLUÇÃO DO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q71:
Ouví dizer que pode acontecer do prazo limite de permanência ser prolongado, mas acho que posso acabar esquecendo o prazo de permanência ou da renovação do Cartão de Permanência. Vai ser enviado algum aviso quando o prazo estiver vencendo como se faz com a carteira de habilitação ?
Q72:
Esqueci o prazo de validade do Cartão de Permanência e não fiz a renovação dele no prazo,que tipo de trâmite preciso fazer ?
Q73:
Quando estava pensando em renovar o Cartão de Permanência, não pude fazer o requerimento devido à internação, o que faço ?
Q74:
Sou um adulto portador do status de residência permanente ultrapassou o prazo de validade do Cartão de Permanência, o que se pode fazer ? E, com isso o meu registro no caderno de residente como morador fica anulado ?
Q75:
Dá para se requerer a renovação do Cartão de Permanência no aeroporto ?
Q76:
Qual o prazo para requerer a reemissão do Cartão de Permanência se perdê-lo ? E, existe alguma punição no caso de perda ?
Q77:
Quanto é a taxa no caso de perda ou reemissão do Cartão de Permanência ?
Q78:
É possível fazer o trâmite pelo correio no caso de perda ou reemissão do Cartão de Permanência ?
Q79:
Com relação à reemissão do Cartão de Permanência no caso de perda ou roubo, é necessário algum atestado por parte da policia relacionado com o boletim de ocorrência quando for fazer o requerimento ?
Q80:
Saí do país com intenção de voltar novamente mas acabei não voltando mais. O que faço com o Cartão de Permanência ? Se tiver que devolvê-lo, para onde devo enviá-lo ?
Q81:
É punido se não realizar a obrigação de devolver o Cartão de Permanência na saída do país mesmo com a permissão de reentrada ?
Q82:
Se uma pessoa que possui o Cartão de Permanência estiver em processo de banimento, quando é que ela deve devolver esse Cartão ?
Q83:
Oque devo fazer se perder o Cartão de Permanência ?
Q84:
Se o portador do Cartão de Permanente falecer, o que se deve fazer com esse ele ?
Q85:
Posso levar o Cartão de Permanência comigo como lembrança se for voltar ao meu país ?

<FOTO DO CARTÃO DE PERMANÊNCIA>

Q86:
A partir de que idade é necessária a foto no Cartão de Permanência ? E, vai ter foto também no Cartão de Permanência do filho ?
Q87:
Parece que vai ter uma foto no Cartão de Permanência, então é preciso providenciá-lo com antecedência ? E, essa foto pode ser de até quanto meses atrás ?
Q88:
Com relação à renovação ou reemissão do Cartão de Permanência, se esquecer a foto ou se ela estiver fora da especificação, é possível enviá-la pelo correio posteriormente ?
Q89:
Tenho entrado e saído do país várias vezes na condição de “estada de curta duração ”, com isso tirei fotos do rosto nessas inspeções de entrada. Pode ser essa foto ?
Q90:
Se a foto tirada no aeroporto para o Cartão de Permanência não ficar boa, posso tirar novamente ? Ou, posso usar a foto que eu levar ?
Q91:
Se não for necessário entregar uma foto para o Cartão de Permanência emitida nos portos e aeroportos, então no que se refere à foto para o Cartão na hora do trâmite de Permanência não se deveria utilizar a foto do Cartão de Permanência anterior emitida nos portos e aeroportos ou fazer com que o Departamento de Imigração tire a foto no ato do trâmite de Permanência ?

<DOCUMENTOS A SEREM ENTREGUES>

Q92:
Quando devo entregar os documentos ? E, para onde devo entregá-los ?
Q93:
Quais os documentos que devo entregar ? Serve uma declaração verbal ?
Q94:
Vai ser emitida um novo Cartão de Permanência se entregar alguma alteração dos itens que serão inscritos ?
Q95:
Até quando é necessário fazer a entrega dos dados referentes ao local de residência ?
Q96:
Posso entregar os dados do local de residência no escritório regional do Departamento de Imigração mais próximo ?
Q97:
Necessito de instruções quanto à comunicação sobre mudança de e para outro lugar baseado na nova legislação.
Q98:
Existe algum lugar onde se possa fazer os devidos trâmites do Cartão de Permanência aos sábados e domingos como nas prefeituras ?
Q99:
Os órgãos onde se deve fazer o requerimento e entrega dos documento estão divididos entre a Prefeitura e os escritórios do Departamento de Imigração, não poderia ser unificado ? E, mesmo que isso seja impossível no momento, existe algum plano nesse sentido no futuro ?
Q100:
Existe alguma punição ou problema se não entregar o documento necessário ou entregar algum documento que não condiz com a verdade ?
Q101:
Vou sair do endereço do Japão para uma estada de longa duração fora do país. Não consigo fazer o comunicado sobre a residência, o que devo fazer ? E, nesse caso, posso ter o status de residência se não puder fazer esse comunicado ?
Q102:
A obrigação da entrega dos documentos ( vide P96. ) a serem feitas pela própria pessoa que será implantada no novo sistema de controle de permanência deve ser feita, sem falta, por mim mesmo ?
Q103:
Com relação à renovação do visto, existe atualmente um sistema no qual o órgão ou um despachante oficial faz a entrega dos documentos no lugar da pessoa interessada, isso vai mudar após a introdução do novo sistema de controle de permanência ?
Q104:
Não tem nenhum escritório do Departamento de Imigração perto de onde eu moro. Preciso comparecer obrigatoriamente se, p.ex., mudar de serviço ?
Q105:
Como fica se atrasar o comunicado de mudança da entidade à qual pertenço, divórcio com o marido/mulher ?
Q106:
Não é injusto impor ao esposo(a) de um japonês que não seja necessário fazer a entrega dos documentos no caso de divórcio do estrangeiro o qual tem como alicerce para a obtenção do status de residência de “residente”o fato de ser marido/mulher de um nikkey de segunda geração ? ( relacionado com a P96. )
Q107:
Com relação ao comunicado sobre a entidade à qual pertence, devo comunicar o Departamento de Imigração quando pedir demissão ou for demitido da empresa ? Nesse caso, como posso fazer esse comunicado ?
Q108:
No caso de ter comunicado a mudança de serviço, a atividade do novo local de serviço vai ser inspecionada para verificar se está dentro da qualificação declarada ? O sistema do atestado de qualificação de trabalho vai ser alterado ?
Q109:
Com relação ao status de residência com objetivo de trabalho, ele tem como princípio a qualificação da entidade, mas se a empresa se fundir com uma outra e mudar o nome dela, preciso comunicar isso ? E, se não tiver nenhuma alteração no nome e do endereço mesmo depois da fusão, é necessário fazer o comunicado ?
Q110:
Ouvi dizer que devo comunicar o Departamento de Imigração no caso de se divorciar do esposo(a) japonês, nesse caso, quais documentos devo levar e de que maneira devo fazer ?
Q111:
No caso de entrega de documentos endereçado ao Ministro da Justiça dentro de 14 dias a partir do divórcio com esposo(a) japonês, posso morar no Japão até data limite do visto ? Ou devo entrar com pedido de mudança de status de residência junto com essa comunicação do divórcio ? E, no caso do esposo(a) japonês enviar, por conveniência dele, um comunicado de divórcio ao Ministro da Justiça, posso anular esse comunicado posteriormente ?
Q112:
No caso do estrangeiro que reside nesse país como esposo(a) de japonês não ter comunicado o Ministro da Justiça que tinha se divorciado com o esposo(a) japonês e que tinha se casado novamente com outro japonês fato descoberto na fase de renovação do visto, essa renovação vai ser recusada ?
Q113:
O comunicado de mudança de residência que pode ser feito na Prefeitura porque deve ser feito no escritório do Departamento de Imigração no caso do estrangeiro que vive nesse país como esposo(a) de japonês se divorciar dele ? Não se pode fazer um sistema de comunicação automática ao Departamento de Imigração quando se comunicar o divórcio à Prefeitura ?
Q114:
Formei-me na faculdade e vou mudar de endereço por causa do serviço. Posso fazer o requerimento de mudança de status de residência e o de mudança de endereço ao mesmo tempo no escritório regional do Departamento de Imigração ? Ou, tenho que ir à Prefeitura para entregar o comunicado de mudança de endereço ?
Q115:
No caso de nascimento de um residente de média duração, qual trâmite devo fazer primeiro, o do requerimento de aquisição do status de residência ou do comunicado de nascimento ?
Q116:
Quando um estrangeiro que tem o status de residência “bolsa de estudo”requerer uma permissão para atuar fora daquele status, pode requerer a emissão do atestado de qualificação para o trabalho ao mesmo tempo ? Nesse caso, como fica o trâmite realizado no aeroporto ?
Q117:
No caso de requerer a renovação do período de permanência ou a mudança do status de residência, é necessário entregar uma foto toda vez ?

<DOCUMENTOS A SEREM ENTREGUES PELA ENTIDADE À QUAL PERTENCE>

Q118:
A entidade, p.ex., educacional à qual pertence o estrangeiro deve entregar as informações referentes a esse estrangeiro ao Departamento de Imigração ?
Q119:
Atualmente, as entidades educacionais têm entregue mensalmente uma lista de alunos desligados, e as entidades de ensino da língua japonesa têm entregue periodicamente uma lista dos alunos matriculados. No caso de entrar em vigor o novo sistema de controle de permanência, o formato de informação será alterada ? Ou, vai ser comunicada em duplicidade ?
Q120:
Oque tem de ser entregue pela entidade à qual pertenço e quais as informações que são passadas ? E, existe alguma punição caso isso não seja entregue ?
Q121:
Não tem nenhum escritório regional do Departamento de Imigração por perto. É necessário ir obrigatoriamente a esse escritório para entregar os documentos ?
Q122:
No caso de escolas e entidades à qual o estrangeiro pertence que não entregam ao Departamento de Imigração fizerem o requerimento para a renovação do visto desse estrangeiro, sofrerá com análises mal feitas ou demoradas ou algum outro tipo de problema ?

<TRÂMITE ATRAVÉS DE PROCURADOR>

Q123:
É possível que um procurador receba o Cartão de Permanência ? Se sim, que tipo de pessoa pode ser o procurador ?
Q124:
A alteração da entidade à qual pertence ou da residência pode ser entregue por um procurador como um parente do interessado ou algum funcionário da empresa onde trabalha ?

<REFERENTE AO TRABALHO>

Q125:
Parece que no Cartão de Permanência está escrito o limite para fins de trabalho ou a existência ou não da permissão para atividade fora da qualificação, o conteúdo desse limite e da atividade fora da qualificação também está escrito ?
Q126:
Quanto tempo demora para que o bolsista receba a permissão para atividade fora da qualificação juntamente com a permissão de entrada no aeroporto em que emitir o Cartão de Permanência ?
Q127:
Quando uma empresa ou fábrica contrata um estrangeiro, ela pode verificar somente o Cartão de Permanência sem verificar o passaporte ? Como empregador, onde devo prestar atenção no Cartão de Permanência ? Se verificar que possui o Cartão de Permanência, posso interpretar que não terei nenhum problema na contratação ?
Q128:
Estou pensando em contratar estrangeiros adequadamente, vai ser oferecido algum instrumento para avaliar claramente se o estrangeiro que deseja trabalhar é um estrangeiro que pode trabalhar ?
Q129:
Quando for contratar um estrangeiro, e ele estiver com suspeita de que esteja portando um Cartão de Permanência falso ou de outra pessoa, existe alguma maneira de se verificar facilmente a validade desse Cartão de Permanência ?
Q130:
Se o estrangeiro que estiver para ser contratado apresentar um Cartão de Permanência falso, que tipo de providência devo tomar ?
Q131:
Mesmo no caso de ter contratado um estrangeiro ilegal, sem saber, o empregador vai ser deportado ou sofre alguma punição ?

<CANCELAMENTO DO STATUS DE RESIDÊNCIA>

Q132:
Em quais casos vai ser adotado o cancelamento do status de residência ?
Q133:
No que se refere à permanência de alguém que tenha uma condição de esposo(a) mas não esteja agindo como tal, quando é que o status de residência não vai ser cancelado como quando, p.ex., tiver um motivo justo ?
Q134:
No caso de alguém que tenha uma condição de esposo(a) mas não esteja agindo como tal, quando é que o pedido de alteração do status será aceito ?
Q135:
Em quais casos o status de residência não vai ser cancelado como quando tiver um motivo justo pela não entrega do comunicado de mudança de residência ?
Q136:
O residente permanente também estará sujeito ao cancelamento do status de residência ?
Q137:
Que tipo de sistema é o envio via publicação no trâmite do cancelamento do status de residência ?
Q138:
Parece que é possível aplicar o sistema de envio com publicação, o processo de cancelamento do status de residência é realizado mesmo sem a apresentação da pessoa ?

<MOTIVO DE DEPORTAÇÃO>

Q139:
Que tipo de nova situação vai ser inclusa como deportação ?

<PUNIÇÃO>

Q140:
No que se refere ao novo sistema de controle de permanência, quais as novas situações que será adicionadas para fins de punição ?

<PRORROGAÇÃO>

Q141:
A duração máxima da permanência será de 5 anos ? Que tipo de status de residência vai ter a sua duração prolongada para 5 anos ?
Q142:
Tenho a residência no máximo período permitido baseado no que está escrito no item 2 da tabela de regulamento da Lei de Imigração que está em vigor, a máxima duração de permanência vai ser prorrogada automaticamente após a vigência da nova lei ( exemplo: atual de 3 anos para 5 anos após a nova lei ) ? Ou, será necessário um outro trâmite para a prorrogação ?
Q143:
Fiz o requerimento para permissão da renovação do visto antes da mudança da lei, será que serei beneficiado com o período máximo de permanência de 5 anos ?
Q144:
"Tenho a residência no máximo período permitido baseado no que está escrito no item 2 da tabela de regulamento da Lei de Imigração que está em vigor, mas será que não estarei mais dentro dos requisitos da nova lei que diz o seguinte no item 1(3)U do guia sobre permissão permanente : No que se refere ao status de residência que possue atualmente, deve estar residindo no máximo período regulamentado pelo controle de entrada e saída do país e no item 2 da tabela de regulamento da Lei de Refugiados."
Q145:
Na situação atual, estando no status de residência “atividade especial”, a permanência de 5 anos dada para os estrangeiros em atividades, p.ex., de pesquisas especiais ou de processamento de informações especiais vai ser prolongada ?
Q146:
Parece que o limite máximo de permanência será prolongada para 5 anos, em quais casos esse período de 5 anos será permitido ? E, ficará mais fácil adquirir a permissão de 3 anos ?
Q147:
Com o prolongamento do limite máximo, vai aumentar o número de pessoas que residirão no Japão por um longo período, será que não existe o perigo de ocorrerem casamentos falsos ou de aumento de pessoas que residirão no Japão ilegalmente através do mau uso da lei ? Existe algo para prevenir isso ?
Q148:
Por que se estabelece a duração de permanência de 6 meses para “cônjuge de japonês, etc.”, “cônjuge de residente permanente, etc”e “residente fixo”?

<REVISÃO DO SISTEMA DE PERMISSÃO DE REENTRADA>

Q149:
Ouvi dizer que a permissão de reentrada não será emitida somente na regional do Departamento de Imigração como foi até agora. Qual o conteúdo da revisão do sistema de permissão de reentrada ?
Q150:
Preciso de informações sobre o trâmite do sistema de reentrada especial. É só declarar ao inspetor de entrada quando for sair do país ? Quais as diferenças com os trâmites atuais de entrada e saída do país ?
Q151:
Vai ser cobrada alguma taxa na saída/entrada do país através da reentrada especial ?
Q152:
Em quais casos é necessária permissão de reentrada ? Quantos anos vale a permissão de reentrada ?
Q153:
No caso de sair do país com a permissão de reentrada especial sem a permissão de reentrada comum, posso prolongar a duração da permissão de reentrada na embaixada japonesa dos países estrangeiros ?
Q154:
Se na hora de sair do país, mesmo tendo permissão de reentrada normal, sair com a permissão de reentrada especial, é possível fazer o pedido de alteração do status de saída para saída comum na embaixada japonesa dos países estrangeiros ?
Q155:
Se pagar a taxa da reentrada, não será suficiente para se obter a permissão de reentrada na embaixada japonesa dos países estrangeiros ?
Q156:
Posso sair do país com a permissão de reentrada especial no período especial de até 2 meses após o limite de permanência mesmo após requerer a permissão para renovação do prazo de permanência ?
Q157:
Estou em processo de reconhecimento como refugiado, posso sair do país através da permissão de reentrada especial ?
Q158:
Estou em processo de deportação, posso sair do país através da permissão de reentrada especial ?
Q159:
Estou sob liberdade condicional em condenação de pena maior que 1 ano, posso sair do país através da permissão de reentrada especial ?
Q160:
Com relação à pergunta P164 no que diz respeito ao novo sistema de controle de permanência, se uma pessoa sair do país com a permissão de reentrada especial o qual não possui nenhum tipo de comunicado relacionado à reentrada e fizer a reentrada, essa pessoa vai ter que ser inspecionada toda vez que reentrar ?
Q161:
Existe algum plano de auxílio para uma pessoa que saiu do pais e tinha previsão de retornar ao Japão dentro de 1 ano do país mas devido a um motivo de força maior ( p.ex., devido a uma internação hospitalar por causa de uma doença ) teve que retornar após 1 ano ? Não existe outra maneira senão se submeter a uma nova avaliação para entrar no país ? E no caso de um problema ( p.ex. um desastre ) que não seja de responsabilidade da pessoa ?
Q162:
No caso de sair do país com a permissão de reentrada especial, o prazo de reentrada está indicado em algum lugar do passaporte ?
Q163:
No caso do residente de média e longa duração esquecer o Cartão de Permanência, ele não pode sair do país através da permissão de reentrada especial ?
Q164:
Posso sair do país através da permissão de reentrada especial pela saída automática ?
Q165:
Posso sair com a permissão de reentrada especial se o prazo do Cartão de Permanência estiver vencido ? E posso reentrar no Japão com o Cartão de Permanência que tinha perdido ? Ou é necessário requerer a renovação do Cartão no aeroporto ?
Q166:
Quando for reentrar após 1 ano que é o prazo de validade da permissão de reentrada especial, oque é preciso fazer ?
Q167:
No sistema atual de reentrada, deve-se responder por escrito às perguntas do tipo “Já foi condenado, alguma vez, por crime da área penal ? ”, “Está portando alguma droga controlada como entorpecente ou algum tipo de arma ? ”, e agora no sistema de permissão de reentrada especial vão ser feitas as mesmas perguntas para responder por escrito ?
Q168:
Com a introdução do sistema de reentrada especial, existe alguma medida para combater os problemas de entrada ilegal ( p.ex., o ato de passar-se por outra pessoa ) pelo mau uso desse sistema ?
Q169:
No sistema de reentrada especial, qual a data do início da contagem ? P.ex., se sair do país no dia 1 de abril, até que data é considerada como 1 ano ?
Q170:
Se perder o Cartão de Permanência no exterior quando sair do país no sistema de permissão de reentrada especial, oque devo fazer ?
Q171:
Parece que mesmo após a introdução do novo sistema de controle de permanência, o Gaikokujin Torokusho vai ter valor similar à aquele por um tempo determinado, mas se estiver de posse do passaporte e do Gaikokujin Torokusho é possível sair e entrar no país através da permissão de reentrada especial ?
Q172:
Se sair do país através da permissão de reentrada especial e quiser voltar ao Japão, terei algum problema no aeroporto do país de embarque pelo fato de não ter o selo de permissão de reentrada dentro da validade colado no passaporte ?
Q173:
Aquele que tem previsão de retorno à terra natal depois da nova lei entrar em vigor pode sair do país com a permissão de reentrada especial mesmo antes disso ?
Q174:
A taxa da permissão de reentrada não utilizada, ou daquela permissão que foi usada somente 1 vez e tendo ainda de 2 a 3 anos de validade obtidas antes da vigência do sistema de permissão de reentrada especial serão devolvidas ?
Q175:
No caso de ter a permissão de reentrada ainda dentro do prazo, é necessário escolher entre sair através da permissão de reentrada especial ou sair através da permissão de reentrada comum ?
Q176:
Saí do país através da reentrada especial pois tinha intenção de ficar pouco tempo na terra natal, mas devido a alguns fatores particulares passou-se o prazo de 1 ano. Posso usar a permissão de reentrada comum de somente 1 reentrada que já possuía retrocedendo-se o prazo dela ?
Q177:
Posso obter informações no Departamento de Imigração se eu tenho direito à permissão de reentrada especial ?
Q178:
Atualmente, estou saindo e entrando no país através da permissão de reentrada comum, a permissão e o Cartão de Permanência são suficientes para a obtenção da permissão de reentrada especial ?
Q179:
Ouvi dizer que o Cartão de Permanência vai ser enviado posteriormente em alguns aeroportos de entrada do país. Nesse caso, posso sair do país com a permissão de reentrada especial sem ter recebido o Cartão de Permanência ?
Q180:
No caso do envio posterior do Cartão de Permanência, se tiver que sair do país logo depois de entrar nele e não possuindo o Cartão de Permanência quer dizer não tenho direito ao sistema de permissão de reentrada especial ?
Q181:
Estou planejando uma estada de longa duração no exterior após julho do ano Heisei 24. A taxa para tirar a permissão de reentrada vai ser alterada em relação a hoje ?
Q182:
Na hora de sair e reentrar no país através da permissão de reentrada comum, o que devo fazer na inspeção do Departamento de Imigração ?
Q183:
Esqueci o Cartão de Permanência em casa quando fui sair do país através da permissão de reentrada comum, posso sair mesmo assim ?
Q184:
No caso de sair e reentrar mais 1 vez através da permissão de reentrada especial, vai influir no próximo requerimento para permissão de renovação do período de permanência ?
Q185:
Diminui-se a quantidade de permissão de reentrada comum devido à permissão de reentrada especial, e com o prolongamento da duração máxima do visto para 5 anos vai diminuir enormemente as idas para pagar a taxa dos respectivos trâmites no Departamento de Imigração, vai ter algum na taxa dos outros requerimentos de permanência ?

<PEDIDO QUANTO AO ACESSO DE DADOS >

Q186:
Ouví dizer que o sistema do Gaikokujin Torokusho vai ser abolido. Pode-se pedi o acesso dos aos dados da folha de registro após a vigência da nova lei ? Onde posso pedir o acesso aos dados do Gaikokujin Torokusho que fazia anteriormente nas prefeituras ?
Q187:
Posso pedir o acesso aos dados da folha de registro do Gaikokujin Torokusho dos parentes falecidos após o vigência da nova lei ?
Q188:
Após a abolição do sistema do Gaikokujin Torokusho, como posso fazer a verificação da alteração, p.ex., do nome ou endereço ?

<OUTROS >

Q204:
Parece que não terá um nome usual escrito no Cartão de Permanência, isso limita a funcionalidade como documento de identidade que tinha no Gaikokujin Torokusho. Não poderia avaliar o uso do nome usual daqui em diante ?
Q205:
Foi adicionado como motivo de deportação o requerimento falso ou não verdadeiro e a obrigação do requerimento relacionado ao novo sistema de controle de permanência, mas se entregar um documento incorreto sem querer ou se ultrapassar o prazo de requerimento, o processo de deportação se inicia imediatamente ?
Q206:
No que se refere ao requerimento de entrada, e particularmente quando se possui a permissão de entrada com o status de bolsa de estudo, tornou-se possível requerer, ao mesmo tempo, a permissão de atividade fora da qualificação, mas por que isso não é mais possível também para outros tipos de status de residência ?
Q207:
Preciso de informações sobre a introdução desse novo sistema de controle de permanência e a relação com o sistema de pontos ( sistema de pontuação de acordo com a qualificação e rendimento anual que são dadas aos estrangeiros que possuem um conhecimento específico ou tecnológico no sentido de medida diferenciada sob o ponto de vista de entrada e saída do país aos que possuem pontuação alta )

お問い合わせはこちらへ 外国人在留総合インフォメーションセンター (平日8:30~17:15) 0570-013904 IP電話・PHSからは 03-5796-7112

QR code para a versao movel

QRcord